Descobrimos recentemente um cara, Nick Weaver, empreendedor, que conseguiu cerca de US$ 90 milhões de investimentos na sua empresa, Eero, onde segundo ele, resolve os problemas que todos nós temos com o Wi-Fi.

Vamos combinar que Wi-Fi é um saco pra quem precisa utilizar a Internet de maneira profissional, ele quebra o galho. E aquela infinidade de tralhas e repetidores não é brincadeira. Eu por exemplo na minha casa tenho 2 roteadores Wi-Fi, e ela não é grande. Na praia tenho 2 e um repetidor, e mesmo assim é sofrível a coisa.

De qualquer forma, a idéia inicial do moço é simples, resolver os problemas do Wi-Fi que estão aí há 20 anos e ninguém parece se importar muito. Mas não pense que vai custar o mesmo que o seu roteadorzinho de 50 pilas. A brincadeira custa US$ 500,00, e é composta de 3 aparelhos e mais applicativo.

Segundo o site deles, os modelos de roteadores que utilizamos tradicionalmente funciona desta forma:

tradicional

Já a abordagem deles (tem 3 roteadores/repetidores na caixa), é desta forma, com os aparelhos distribuídos:

modelo-novo

Embora alguns investidores estejam com o pé atrás, não é todo mundo que irá pagar o valor para ter Wi-Fi na sua casa.

Entre as vantagens destacadas eu gostei destas aqui:

App (iOS e Android) para configuração facilitada (inclui a rede, DHCP, NAD, DNS, UPnP, port forwarding e flux capacitation (yay);

  • 5 GHz (seus iGagdets talvez não funcionem!);
  • 802.11ac;
  • Segurança WEP2 com encriptação;
  • Updates automáticos (finalmente);
  • Se algum deles travar o reboot é automático;
  • Atualizações e upgrades futuros (de software né gentem);

Pessoalmente estou me coçando, troco meus roteadores a cada dois anos, por algo que imagino ser melhor, mas sempre continua alguma coisas não funcionando corretamente. Então o valor (se durar uns 3 anos) vai ficar parelho.

De qualquer forma, o que você acha? Compraria? Sim, não? Justifique aí nos comentários.